sábado, 10 de abril de 2010

Angola : Luanda : Preso no estrangeiro

É, hoje definitivamente foi um dia de grandes emoções....

Comecei meu sabadão indo trabalhar. Estou preparando o lançamento de um empreendimento imobiliário no Bairro da Cuca. Você conhece o inferno? Eu conheço!

Aquilo lá é pior do que Saara em véspera de Natal. Simplesmente a maioria dos depósitos de Luanda ficam naquela região. Portanto imaginem... só imaginem.

O nome do bairro vem da cervejaria Cuca, uma das cervejas locais mais apreciadas. A fábrica fica lá. Tomei uma outro dia e senti que ela é mais forte e mais amarelada. Resumindo: parece mijo. Não que eu já tenha bebido mijo um dia, mas.....



O trânsito lá é simplesmente horroroso. Para vocês terem uma pequena noção, eu fiquei simplesmente PARADO na esquina do prédio onde eu ia por quase meia hora. Eu só tinha que virar a esquerda. Mas cruzar a outra faixa da pista se tornou quase que um desafio do "Agora ou Nunca".

Dá uma olhada na belezinha que é esse lugar.



Mas o dia só estava começando.

Bom, finalmente consegui chegar no destino e depois de terminada a reunião era hora de retornar pra casa. Ai que o problema realmente começou.

Depois de alguns bons momentos no trânsito, no centro da cidade, já fora do bairro da Cuca, eis que um guardinha aponta pra mim e pede pra eu encostar. Pronto, fudeu!

Teoricamente eu não posso dirigir aqui em Luanda. A carteira de Habilitação brasileira é válida por 30 dias fora do território nacional. E eu já estou aqui a uns 33...

"Sr., bom dia. Documento do carro e habilitação."

"Tudo aqui, sr."

"Ok, mas...."

Até então o guardinha nem se tocou que eu não podia dirigir. Mas ele já tinha seu objetivo traçado. E foi com tudo.

"... o seu veículo não está com o selo afixado no vidro."

Eu ri, mas realmente não estava.

É impressionante. Se eles te pararem não adianta. Eles vão dar um jeito de achar pelo em ovo e ganhar uma grana em cima de você.

"É, meu jovem, vou ter que te multar."

"Ok, multa."

"Mas vou te multar mesmo!!!!"

"Ok, multa."

"Queres mesmo ser multado? Vamos resolver isso de outro jeito, rapaz!"

E assim  foi. Tive minha estréia angolana na famosa "gasosa". Propina para os bons brasileiros.

"Tá liberado Sr. Volte sempre!"

Tá de sacanagem, né? O guarda me manda um "volte sempre!"? Só faltou mandar o "obrigado pela preferência".

Bom, relaxa rodrigo. Vamos pra casa.

2 minutos depois, em frente a um controle policial:

"Encosta!"

Ah não.... é hoje!!!!

Outro guarda, mesma armadilha:

"Sr., e o selo?"

"É.... ham.... então..."

"Estaciona o carro e me acompanhe."

Cara, entrei no posto da polícia e o cara mandou eu entrar numa saletinha de menos de 2x2m. Lá dentro tinha mais uns 5 policiais. Eu fiquei literalmente com o cú na mão.

"Vou perder meu selo por um maldito selo!"

Eles falavam de um modo que eu não entendia uma palavra sequer. Das duas uma: ou eles estavam falando em algum dialeto local ou meu medo me fazia ouvir russo.

Fiquei lá não mais que uns 5 minutos. Mas foram os 5 minutos mais longos da minha vida. Sabe aquela história de passar um filme na sua cabeça? Passou tudo... em cores, widescreen e em sistema digital!
Cara, eu já me imaginava dando depoimento pro National Geographic. Tem um programa deles que eu me amarro: Presos no estrangeiro. Cada semana eles contam a história de uma pessoa que ficou presa no estrangeiro por anos, ou por tentativa de tráfico de drogas, ou por engano, ou seja lá por qual motivo.
Eu já imaginava a chamada do episódio: Jovem brasileiro preso na Angola: o selo da morte.

Bom, mas como vocês já imaginam o final da história.... GASOSA!
Pronto, resolvi a situação mais rápido que imaginava.

É, minha gente, no Brasil sou contra isso. E deve ter gente pensando ai: "ah, eu ficava lá, deixava multar, mas não dava dinheiro". Quero ver pensar assim quando se está tão longe de casa.

Bom... chega né? Claro que não! Eu falei que hoje o dia ia ser emocionante!

Cheguei do futebol, após duas boladas no saco que me levaram até a lua, e o cabeleireiro da esposa de um dos meus companheiros de casa estava aqui, fazendo o cabelo da moça na varanda. Dai ele disse:

"Não quer cortar o cabelo?"

É, realmente eu já tava precisando cortar o cabelo. Que mal tem?

"Bora!"

Sentei na cadeira e logo os meus 2 companheiros de casa e a esposa me rodearam e ficaram olhando. Eu sentia nos olhos deles o orgulho que sentiam de mim. Deviam estar pensando: "Que cara corajoso".

"É.... vc não tem capa pra não me sujar?"

"Pois é... não vim prevenido... mas depois vc toma banho!"

Depois de uns 5 minutos de procura pela tesoura, ela apareceu! E o carinha veio logo pra dar a primeira tesourada e eu disse...

"É... não seria melhor molhar o cabelo antes?"

"É, melhor né?"

O cara não sabia o que fazer e nem por onde começar. Ficou por um bom tempo me rodeando, olhando, indo de um lado pro outro com a tesoura na mão. Parecia que tava dançando a dança do siri.

Comecei a perceber o porque do orgulho dos meus amigos. Cara, só sei que na primeira tesourada ouvi aquele rugir caracterísitco de tesoura que não tá afiada. E poucas tesouradas  depois meus amigos começaram a me abandonar, um a um. Tive a nítida sensação que não queriam estar ali pra ver aquilo....

Eu conseguia sentir o tremor da mão do cara. A habilidade dele com a tesoura chegava a ser inferior a minha habilidade no futebol.

Meu desespero começou a aumentar. E nem espelho eu tinha pra pelo menos ver o que tava acontecendo. Buscava um reflexo no vidro do meu carro que tava ali estacionado, mas não era suficiente. Os cabelos iam caindo no meu colo, iam grudando no suor. A minha vontade foi mandar o cara parar e pronto, deixar do jeito que tava.

Mas é isso, sou um cara corajoso e resolvi ir até o final.

"Pronto. Acabou."

"Ah, beleza. Vou lá dentro ver como ficou."

Me olhei no espelho e falei pra galera: "viu, de todo não ficou tão ruim. Agora é tomar um banho pra tirar essa cabeleira de cima de mim."

Os três se entreolharam. Mudos.

"Que que houve gente?"

"É... então, acabou a água. Pedimos um carro pipa mas só deve chegar daqui a umas 2, 3 horas..."



É, agora to aqui, todo cheio de cabelo esperando um carro pipa.

Mas é bom. Só assim pra gente ter história pra contar.



Bjos!

12 comentários:

  1. Rindo muito das suas histórias, Digo!
    Continue postando, tá bem legal.
    Beijos e se cuida!!

    ResponderExcluir
  2. rodrigoooo

    que issoooo
    loucura!!!

    pelo menos n vai ter programa com seu caso!!!!

    e ve se toma um banho agora ne!!!rs

    beijosss

    ResponderExcluir
  3. PQP!! Alguém mais azarado que eu!

    ResponderExcluir
  4. uAHUhauHAUha eu to morrendo de rir com teu caso de hoje!! azaradoooo!! bjus!

    ResponderExcluir
  5. Caramba Rodrigo, que aventura. Pelo visto vc pediu uma viagem com emoção né?! Aí está!rs Se cuida!!
    Bjus

    ResponderExcluir
  6. caraca primo, só vc mesmo. kkkkkkkkkkkk

    *Camisa que o Fábio te deu. (milagre)
    rs

    ResponderExcluir
  7. Lindooooooo, esse meu amigo!

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Muiro corajoso mané ! rsrsrsrsrsrsrsrs

    Ficou bom !
    So espero que a agua tenha chegado logo ! muito ruim ficar cheio de cabelos pelo corpo grudado no suor ! ai aia ia ia

    hahahahahahahhaa
    beijocasssssssssssssssssssssss

    se cuida

    Amo-te

    Luciana

    ResponderExcluir
  9. eu n sei se ri mais com o selo da morte ou com o fato da água ter acabado e o cabelo ter sido detonado por uam tesoura do mal... rssrs
    mas q verdadeira aventura...
    um dia farei isso...rsrssrs

    ResponderExcluir
  10. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.... vc é hilááário !!!!!!!
    Bjs Re

    ResponderExcluir
  11. amigo falas de luanda,,ate que entendo porque as vças novelas estao ensinar coisas deste genero o brazil esta pior e so ver o caso--condominio do alemao--

    ResponderExcluir

Digo a Bordo!

"Ao retornar de uma viagem, não sei se o mundo diminuiu ou eu é que cresci."

Quer sugerir um destino? Tirar Dúvidas? Ou somente elogiar mesmo?
Escreva para rodrigofranco@digoabordo.com
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...