terça-feira, 30 de novembro de 2010

Espanha : La Coruña : O Frango Saltitante!

A vida de garçom estava muito cansativa. Eu saía da cafeteteria depois da meia noite! Detalhe: estudava de 8 da manhã as 20h da noite. Saía da faculdade direto pro trabalho e, no fim do expediente, não tinha mais ônibus pra voltar pra casa. Tinha que enfrentar 40 minutos de caminhada até em casa, no frio. Tudo isso para ganhar 10 euros por dia! E tudo piorava quando era meu Dia de Amélia.

-Dia de Amélia?

Miniflashback: Dia da Amélia

Morávamos sete pessoas em uma casa com três quartos e meio (um dos “quartos” era uma continuação do quarto principal!). Precisávamos nos organizar para manter a organização da casa: estabelecemos o Dia da Amélia. A limpeza diária das áreas comuns foi dividida em duplas. Dos 7 dias da semana, pelo menos 2 eram Dias da Amélia para cada morador. Tínhamos que ariar panela, lavar a pia (que era nojenta por sinal), varrer a casa, limpar o banheiro, esfregar a banheira… E chegando em casa quase 1 da manhã (ou mais!), tinha que fazer isso antes de dormir! E no dia seguinte, as 6 da manhã estaria de pé!

Procurei no jornal outras oportunidades, até que achei um classificado:

Procura-se jovens para se trabalhar com animação de festas.

Caraca, liguei na hora! A dona da Casa de Festas atendeu e disse que teria um prazer em me receber.

-Então, mas na verdade, não vou sozinho. Tenho um grupo de mais 6 brasileiros que querem ir, pode ser?

-Ótimo, podem vir todos para o treinamento!

Terceiro Emprego: Casa de Festas Fantasía Animación

DSC03565 Chegamos no dia seguinte e fomos recebido pela Lorena, uma espanhola de seus 20 e poucos anos. Ela era uma espécie de líder dos animadores! Distribui umas apostilas e começou a “dar a aula” teórica. Nós começamos a nos entreolhar, meio que achando aquilo bem engraçado. Uma aula de animação?? Com apostila e tudo?? Os tópicos eram ainda mais engraçados:

Tópico 1 – Como Fazer uma Criança Sorrir!

Tópico 2  - Um olho na Festa, dois olhos nas Crianças!

Tópico 3 – Músicas e Coreografias!

E assim foi indo!

Até que começou a hora MAIS DIVERTIDA: a aula prática!

Não sei o que me deu naquele dia, mas eu parecia realmente uma criança. Me empolguei muito nas brincadeiras, perdi toda a timidez que eu sempre tive. Parecia que eu tinha engolido um palhaço!

A hora mais engraçada e marcante foi quando a Lorena nos ensinou uma dancinha:

El baile del Pollo (A dança do Frango, em Espanhol!)

Eu incorporei um verdadeiro Frango, saltando e balançando a “colita”! Fiz meus amigos mijarem de tanto rir!!!!! Aquele dia ficou na história, tenho certeza que eles nunca vão esquecer! Muito menos eu!

Dá uma olhada no estilo da musiquinha e me imagine dançando isso:

Depois deste dia, não restou dúvida: no dia seguinte já me ligaram chamando para participar  de uma festa! Tinha finalmente conseguido um novo emprego, que pagava bem!

Mas eu ainda precisava “pedir demissão” da Cafeteria, e isso não foi tão fácil quanto parecia!

[Continua]

Espanha : La Coruña : Mas que vida boa!

Capítulo I – Mas que vida boa?!

Capítulo II – Cadelinha de Madame!

Um comentário:

Digo a Bordo!

"Ao retornar de uma viagem, não sei se o mundo diminuiu ou eu é que cresci."

Quer sugerir um destino? Tirar Dúvidas? Ou somente elogiar mesmo?
Escreva para rodrigofranco@digoabordo.com
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...