terça-feira, 5 de outubro de 2010

Sexo nos hostels!

Lembrando de um casal em Buenos Aires que estava fudendo em plena luz do dia e em alto e bom som no hostel que fiquei, achei um texto muito engraçado sobre “como fazer sexo em hostels”… muito bom!
“O que acontece quando se junta algumas dezenas de viajantes em um hostel, enche-os de cerveja e se adiciona uma dose saudável de liberação das normas sociais?

Uma maré de homônios... e um grande problema: onde dar vazão a isso?

A menos que você goste muito de aparecer, nada atrapalha mais as relações românticas do que companhia. Os quartos quase nunca ficam vazios, e mesmo quando esse é o caso, a probabilidade de aparecer alguém de surpresa torna qualquer coisa além de uns amassos disfarçados uma impossibilidade.

Se você está louco(a) pra meter a chave na ignição e ligar os motores a todo vapor, é preciso criatividade e esquecer o quarto coletivo.

Para começar vamos ver as opções na área do hostel.
Todo hostel tem seus mocós com espaço e privacidade suficientes no mínimo para uma rapidinha. Pode ter certeza que os funcionários conhecem todos esses lugares, mas a menos que você esteja pegando um deles, pedir indicações é dar a brecha.
A jogada é saber onde procurar e conferir os lugares com antecedência se você acha que chegou a sua vez.
Aqui estão algumas possibilidades:

A Lavanderia
A maioria dos hostels tem uma lavanderia que fica vazia de noite. Se você está pensando em safadeza, as pilhas de lençóis e toalhas com cheirinho de lavados são um ninho perfeito de amor.
A opção mais higiênica e que demonstra mais consideração com os outros hóspedes é se utilizar do "maquinário robusto", com a mulher sentada em cima da lavadora/secadora. (Pontos extras para rodopios).

A Laje
Quando chegar ao próximo hostel, procure por acessos ao telhado. Possibilidades são árvores com galhos baixos e janelas mais altas com bases largas de onde é possível suspender-se até a laje.
É claro que segurança é importante, e você não deve se arriscar à toa, mas ficará surpreso(a) de saber quantos telhados de hostels são acessíveis com um pouco de engenhosidade.
E uma vez lá em cima - bem, o céu é o limite.

O Banheiro
Tá, talvez esse não seja o lugar mais romântico, mas a maioria dos hostels tem banheiros com tranca. Contanto que o chão e a privada estejam razoavelmente limpos, vocês podem se trancar lá dentro e trepar a vontade.
Mesmo banheiros abertos com várias divisórias permitem uma rapidinha - pergunte ao Senador Larry Craig.
A melhor posição é o cara sentado na privada com a garota no colo - assim ela pode tirar os pés do chão se alguém aparecer, e parece que só tem uma pessoa lá dentro.
O Quartinho de Materiais de Limpeza
Se a lavanderia está trancada, a laje não está a seu alcance e pensar em sexo no banheiro te dá enjôo, o quartinho de materiais de limpeza é uma opção clássica.
O principal problema é que só dá pra ficar em pé. Cabos de vassoura te acertam a cabeça nos momentos menos oportunos e o cheiro de desinfetante pode te fazer desmaiar.
O segredo é ser rápido (se você está dando uma foda no quartinho da limpeza eu duvido que isso será um problema).

A Cozinha
Não faça sexo na cozinha do hostel. Não faça. As pessoas cozinham ali. Ninguém quer ver rastros de flúidos misteriosos em seus pratos.
E além disso, cozinhas de hostels não são tão privativas como alguns podem pensar. Pode ter certeza que mesmo às 4 da manhã alguém vai estar procurando um lanchinho, e nada melhor pra se perder o apetite do que ver uma bunda branca subindo e descendo em cima da mesa.
Sério, não faça sexo na cozinha.

O maravilhoso "Ar Livre"
Se o hostel tem um quintal, procure por lugares sombrios atrás das árvores.
Ou até melhor, se a área for meio rural, saia de vez do hostel. Um conjunto de arbustos te dão toda a privacidade necessária, e uma praia deserta é ainda mais provocante.
Mas lembre-se de pegar uma toalha ou lençol do hostel antes de rolar pelado(a) na areia.

Se nada disso der certo, pague um Quarto Privativo!
Olha só, eu sei que seu orçamento tá apertado, mas eu garanto que daqui a alguns anos, quando você estiver casado(a) pagando a prestação da sua casa, não vai se arrepender de ter gasto um pouquinho a mais por uma noite de amor.

"Daqui a 10 anos você ficará mais decepcionado(a) com as pessoas com quem nao transou do que com as que transou, por isso abaixe as calças, se mande do quarto coletivo - explore, sonhe, dê uma trepada!"

2 comentários:

  1. "Daqui a 10 anos você ficará mais decepcionado(a) com as pessoas com quem nao transou do que com as que transou, por isso abaixe as calças, se mande do quarto coletivo - explore, sonhe, dê uma trepada!"

    Concordo plenamente! Eu nunca esqueci uma boa foda perigosa... Mas teve foda demorada q nem lembro mais o nome do indivíduo... Enfim! kkkkkkk Aproveitemos a vida e Digo me leva na próxima q eu visito todos os cantinhos acessíveis e te conto depois... [666] Vc entendeu né? kkkkkkkkkk Bjão

    ResponderExcluir
  2. Nhaaa, voltei pra deixar uam obs q esqueci... rs
    Não é preciso viajar pra apreciar lugares pouco convencionais tbm! [666]
    Pode-se aproveitar muuuito a vida estando pertinho de casa, ou nela msma tbm! rsrsrs
    Inovem, desfrutem, experimentem, conheçam, reconheçam, ousem... RÁÁÁÁ
    ADOOORO rsrsrs
    BjoooO Digo

    ResponderExcluir

Digo a Bordo!

"Ao retornar de uma viagem, não sei se o mundo diminuiu ou eu é que cresci."

Quer sugerir um destino? Tirar Dúvidas? Ou somente elogiar mesmo?
Escreva para rodrigofranco@digoabordo.com
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...